05 Melhores Lugares para Pedalar em Santa Catarina

05 Melhores Lugares para Pedalar em Santa Catarina

Se você está em busca de bons circuitos para realizar pedal e cicloturismo em Santa Catarina, nesse artigo, nós do Bicicleta para todos iremos de apresentar os melhores de acordo com nossas pesquisas. Confira abaixo.

É enorme a busca por passeios que possam ser realizados usando a bike.

Como uma espécie de turismo, pedalando conseguimos nos manter em movimento e conhecer lugares incríveis experimentando comidas típicas e nos informando sobre a história local.

Nada mais interessante que acumular viagens em nossa coleção realizando atividades prazerosas e que fogem do convencional para quem gosta de aventura.

Pensando nisso, buscamos em Santa Catarina os melhores passeios para ciclistas trilharem e descrevemos cada um para você.

Presidente Getúlio

A cidade de Presidente Getúlio é conhecida pelos ciclistas como um local que apresenta muitas quedas d’água. Além de um local esteticamente bonito, oferece a possibilidade de banho nas águas.

O cicloturismo por lá é frequente, diversas pessoas que desejam explorar ambientes novos e colecionar experiências em ciclorrotas distintas.

A área urbana da cidade exala um ar de interior, casas organizadas de maneira simples e ruas bem arborizadas.

Por toda a extensão há uma ciclovia logo ao lado da pista destinada para meios de transportes motorizados como carros e motocicletas.

Dessa forma, você chegará ao seu destino com segurança e conhecendo uma das cidades mais famosas e bem avaliadas por ciclistas em Santa Catarina.

Não há um site específico com informações sobre as trilhas para bike, mas, seguindo as placas e se informando com os habitantes locais, você poderá ter uma das melhores experiências no pedal.

Vale Europeu

O vale Europeu é bastante conhecido e visitado em Santa Catarina, todos os anos, o local recebe diversos turistas com o mesmo interesse: conhecer a bela paisagem e as atividades oferecidas.

O ambiente é a típica imagem do Estado que conhecemos historicamente influenciado pela cultura Alemã, fato esse que pode ser percebido na arquitetura, vestimenta e alimentação.

Por lá é possível realizar diversas atividades como caminhada, visita a arte, paisagem natural com esportes, turismo rural, comidas locais e é claro, o cicloturismo.

Essa última atividade que pode ser feita por ciclistas conta com um percurso de 7 dias em um trajeto de 300 km para conhecer áreas rurais e urbanas.

Não há guia para direcionar o pedal, mas, não se preocupe, o trajeto é bem sinalizado com placas, setas chamativas e navegação por GPS.

Há ainda um roteiro opcional que apresenta 30 km a mais que o original.

Atualmente o circuito é bem estruturado pensando em oferecer o melhor em conforto para o ciclista. São disponibilizados pacotes com hospedagem, alimentação, contratos de carro, transfer do aeroporto, etc.

Se você quer realizar o percurso de bike, mas, acha que fica caro levar a sua, há a possibilidade de alugar uma magrela e finalizar do jeito que deseja.

Caso você opte por não contratar pacote, se certifique de conhecer o local com antecedência através de pesquisas na internet e em mapas, assim, será fácil contatar pousadas e fazer reservas.

O lado negativo é que não é recomendado para iniciantes pelo grau de dificuldade que pode apresentar e pela quantidade de km que deverão ser percorridos.

Você conhecerá paisagens incríveis e poderá provar os ingredientes locais.

No site oficial, você poderá conferir o mapa e itinerário detalhando as etapas do trajeto e informando o clima na data presente.

Paisagens belíssimas que darão histórias prazerosas e fotos profissionais mesmo sem nenhum fotógrafo presente.

Circuito das Araucárias

As Araucárias são plantas que representam a flora do sul do Brasil onde são organizadas em uma mata, o que muitas pessoas não sabem é que o paisagismo por lá é de encantar quem conhece.

Além da trilha para pedestres é possível praticar o cicloturismo, ou seja, conhecer o local pedalando.

O trajeto é separado em 9 trechos, cada um com particularidades únicas e que chamam atenção, é difícil escolher apenas um para percorrer e conhecer.

No início do trajeto, você recebe um cartão que será carimbado para comprovar sua passagem pelo circuito, além de um kit que será útil durante o pedal.

No site oficial não foram informados valores, mas, você poderá contatar a equipe através do WhatsApp disponibilizado na página.

A bike que deverá ser usada poderá ser uma bike urbana ou uma bicicleta Speed de entrada, por exemplo, já não apresenta obstáculos significativos.

Escolhendo esse circuito, você poderá visitar o Parque das Aves, conhecer cachoeiras, o Campo Alegre e algumas fazendas que se destacam na região.

Desafio da Anita

O desafio da Anita é, entre as nossas recomendações desse artigo, a mais recente construída e aproveitada por ciclistas.

Feito para ser percorrido em 3 dias, passa pelas cidades de Tubarão e Laguna contendo praias, rios e estradas rurais que podem ser usufruídas de diversas maneiras.

O nome Anita é referente a Anita Garibaldi, uma revolucionária brasileira que participou do processo de unificação da Itália e da Revolução Farroupilha. A região foi berço desse nome feminino tão marcante na História do Brasil.

O trajeto é autoguiado, ou seja, você será responsável pelo reconhecimento das trilhas, mas, antes de tudo deverá realizar sua inscrição no site oficial.

O percurso é bem sinalizado por placas, então, não há o risco de se perder.

Recomendamos que você leve um celular com internet para se basear pelo mapa e GPS.

Antes de viajar, se certifique sobre onde você dormirá, contate com antecedência as pousadas e hotéis da região.

Circuito Costa Verde

A Costa verde e Mar é uma excelente opção para quem quer conhecer a passagem local pedalando.

Como nossa última dica, possui site oficial que informa sobre o circuito e a hospedagem local para que você reserve e viagem com a segurança de que não haverá empecilhos no descanso.

A ciclofaixa bem sinalizada promove a segurança dos ciclistas em geral, independente se você pretenda realizar um passeio urbano ou ir até a área rural da cidade.

Os circuitos podem ocorrer na orla da cidade, um pedal de reconhecimento enquanto está em contato com a brisa fresca do mar.

Ou, na área rural em pistas asfaltadas e estradas de terra com paisagem natural.

Clique aqui para conferir o site oficial.

Não se esqueça de levar o capacete para bike e uma garrafa de água com alta capacidade.

Se você for de Santa Catarina ou pretende realizar o cicloturismo no estado, confira um – ou mais – desses locais que sugerimos. Se você é amante do pedal, não vai se arrepender.

O que preciso saber quando passear de bicicleta em Santa Catarina?

É importante levar em consideração o clima e as condições das ruas antes de planejar uma viagem de bicicleta em Santa Catarina. O clima pode variar muito durante o ano, então é importante se informar sobre as condições atuais antes de partir. Além disso, é crucial escolher um percurso que seja seguro e acessível para bicicletas. Certifique-se de verificar as condições das ruas e ciclovias antes de iniciar sua viagem.