5 dicas para montar sua bike

5 dicas para montar sua bike

Grande parte dos ciclistas optam por montar sua bicicleta personalizada a usar um modelo já pronto. Se esse é o seu caso, nós do Bicicleta para Todos podemos te ajudar. Continue lendo para conferir.

É comum que os amantes de bike se interessem, em determinado momento, por personalizar seu meio de transporte. Pois assim, garantirá que o item seja exatamente como almejado.

Entretanto, essa pode não ser uma tarefa fácil, pois, requer conhecimento e prática. Algumas ações devem ser feitas para não ocorrer problema no resultado final.

São várias as possibilidades, por isso, você deverá arquitetar como será a montagem, quais peças serão necessárias e como adapar cada uma, ter em mente quando pode investir em dinheiro e, principalmente, qual será a finalidade destinada, ou seja, em qual modalidade se encaixará.

No artigo abaixo, você poderá conferir 5 dicas incríveis para te direcionar antes de montar sua bike e obter a melhor experiência possível.

foto capa com legenda modalidade qual a sua

Entenda sobre os diferentes tipos de bike

Bicicletas, por mais que pareçam simples, é um dos itens que mais se destaca no mercado quanto a porcentagem de vendas. Ao longo do tempo interesses distintos foram surgindo para os ciclistas, por isso, existem diversos modelos disponíveis, de modo que agrade a todos.

Conheça abaixo os modelos mais utilizados:

Bicicleta urbana ou de passeio

A opção mais simples é a bike urbana, geralmente, esses ciclistas não se interessam em personaliza-la, pois, a utilizam para atividades comuns e cotidianas como ir ao trabalho, escola, faculdade e, realizar passeios curtos.

Essas bicicletas são as de modelo menos complexo, independente se o valor pareça alto ou não, é comum em bikes infantis já que não apresentam estrutura complicada e peças difíceis de encontrar.

Além disso, a manutenção, como trocar a câmara de ar ou encher o pneu, é prática e pode ser feita em casa.

Road Bike ou Speed

A bicicleta de estrada ou de velocidade, em inglês road bike ou speed, é destinada exatamente ao que o nome propõe, são procuradas para trajetos em terrenos asfaltados em que o ciclista deseja pedalar rápido. Sozinho ou em grupos de pedal.

Devido à finalidade, as peças de modelos produzidos para essa categoria são leves e o design é aerodinâmico, os pneus são mais finos e o guidão é curvo. Tudo pensado para proporcionar agilidade no percurso.

Montain Bike

A bicicleta destinada ao Montain Bike precisa ser resistente e com suspensãoe pneus eficazes para garantir que tenha uma boa leitura e aderência ao terreno, evitando acidentes no trajeto.

Geralmente, ciclistas dessa modalidade pedalam por percursos acidentados e sem asfalto, preferem trilhas em terrenos íngremes com pedras grandes, cascalhos, buracos, lama, descidas e subidas marcantes, por isso o modelos com sistema tubeless é bastante recomendado para quem deseja se aventurar dessa forma.

As bikes MTB são usadas em diversos campeonatos relacionados à categoria.

Bicicleta reclinada

A bicicleta reclinada não é usada em grandes competições, e sim, destinada a passeios simples devido ao formato e ao assento diferente do que costumamos ver.

Nesse modelo, o ciclista fica inclinado para trás como em um modelo de motocicleta antiga, o que proporciona conforto no trajeto e faz com que o indivíduo suporte percursos mais longos.

É comum que ao ver o nome, você confunda com os modelos em que o usuário se incline para a frente, esse formato é comum em bicicletas speed, pois, a posição contribui para a velocidade e estabilidade.

Bike Gravel

A bike gravel é a união do modelo montain bike e da road ou speed, portanto, poderá ser destinada para trajetos acidentados e íngremes e, para pedaladas no asfalto, caso você costume viajar entre cidades sozinho ou com grupos.

Suas características principais são os pneus médios, que comparado à speed, proporcionam maior aderência ao solo e, consequentemente maior estabilidade e segurança. Freio a disco e guidão curvo para trás, para que o ciclista tenha firmeza em curvas e descidas.

Bicicross

O bicicross é um esporte que surgiu na década de 1950 no continente europeu, mas, atualmente é bastante popular praticado inclusive em cidades menores do Brasil.

Se divide em algumas modalidades que funcionam de acordo com o terreno em que será praticado, entretanto, o mais comum é que ocorra em pistas com terra solta e lama.

As vestimentas e capacete são o que mais lembra o uso da motocicleta como meio de transporte.

Os pneus dessas bicicletas precisam ser fortes para absorverem grandes impactos decorrentes de “saltos” e, demandam de freios eficientes e bom sistema anti derrapagem.

foto capa com legenda peças para que servem

Conheça as peças

Esse com certeza é um fator importante ao montar sua bicicleta, já que você deverá conhecer as peças e qual a utilidade de cada uma, assim, não cometerá erros no processo caso a montagem não seja feita em oficinas especializadas.

Quadro

O quadro é responsável por conectar todo o restante da bicicleta, sem essa peça, seriam apenas itens soltos e desorganizados, por isso, é importante que você verifique o material usado para confecção com o vendedor ou, na descrição do site escolhido.

Pode ser feito de alumínio, fibra de carbono, titânio ou aço.

Outro ponto importante na hora de escolher o quadro, é optar por um quadro que seja do tamanho ideal para a sua estatura.

Lembre-se de conferir atentamente caso seja comprada uma bicicleta usada.

Mesa

A mesa está presente para conectar o garfo ao guidão. O ajuste dessa peça influenciará no desempenho da sua bike. Se estiver alta, proporcionará maior conforto, mas, se estiver baixa, melhorará a aerodinâmica da bicicleta.

Guidão

O guidão de uma bicicleta é o equivalente ao volante de um carro, ambos são usados para controlar a direção, por isso, possuem conexão direta com as rodas. Graças a essa peça, você pode desviar de obstáculos e virar em esquinas, por exemplo.

É no guidão que estão as manoplas, manetes de freio e alavanca de câmbio direcionados para proporcionar maciez, conter dispositivos de frenagem e marchas.

Garfo ou suspensão

A suspensão pode conter diferentes materiais, porém as mais utilizadas são as de mola ou a ar. A ar você terá mais possibilidades de regulagem e melhor leitura do terreno, já as de mola são mais simples, sem muita opção de regulagem.

Essa peça está ligada no quadro pela caixa de direção e sua principal função é promover estabilidade, absorvendo os impactos ao passar por obstáculos em alta velocidade.

Já os garfos, são indicados para bicicletas speed, onde serão rigidos e irão auxiliar no ganho de velocidade.

Rodas

As rodas englobam os cubos, raios, aro, câmara de ar (ou não) e os pneus. A finalidade é clara, fazer com que a bicicleta se movimente sem muito esforço.

Precisam ser resistentes para não danificarem com facilidade, entretanto, o material varia de acordo com a modalidade, sendo mais fina ou mais larga.

Câmbio e freio

O câmbio engloba o feio, as coroas, a catraca, o câmbio dianteiro e o câmbio traseiro. Essa peça é responsável pela frenagem e troca de marcha da bicicleta.

Sem ela, seria impossível diminuir a velocidade ou adequar a estrutura para pedaladas mais rápidas.

O freio você pode optar entre o hidráulico onde terá mais precisão ou, o mecânico, uma opção mais simples.

Já nos cambios, se você é um ciclista aventureiro e gosta de subidas, busque por cambios que lhe proporcionem marchas mais "leves". Ou então, com marchas mais "pesadas" para pedais de alta velocidade, como na speed.

Pedivelas

Presente em todos os modelos de bicicleta, seja montain bike, speed ou urbana, as pedivelas são essenciais para o bom funcionamento e segurança no trajeto já que absorvem a maior parte dos impactos e é responsável pela transmissão da velocidade para toda a estrutura.

Alguns são mais leves e ideais para modelos speed ou, mais resistentes para suportar os obstáculos presentes no percurso que envolve o montain bike.

Selim

O selim é o acento onde o ciclista estará durante todo o percurso, por isso, deve ser o mais confortável possível, para que você aguente longas pedaladas se necessário.

Existem diversos modelos, mais largos ou mais finos, busque o tamanho ideal para as suas medidas. Além disso, geralmente possuem ajuste quanto à altura, então regule o canote do selim para sua estatura.

foto capa com legenda marcas selecione a melhor

Busque marcas confiáveis

As peças que serão adicionadas deverão ser adquiridas com cautela, toda a estrutura deverá ser resistente, mesmo que você monte gradativamente, comprando item hoje e outro no próximo mês.

O processo deve ser feito com calma, para que não ocorra uma compra apenas pelo preço baixo e sim, pensando no custo benefício, atento (a) às vantagens e durabilidade do produto.

Confira abaixo algumas das marcas mais conhecidas:

Caloi

A Caloi foi fundada pelo Italiano Luigi Caloi no final do século XIX. Os produtos da empresa foram uns dos primeiros da categoria a chegar no Brasil, especificamente na cidade de São Paulo.

É bastante conhecida pela qualidade das peças que fabrica, comercializa bicicletas montadas e peças vendidas separadamente que podem ser encontradas em lojas físicas ou virtuais, sendo no site oficial ou não.

Confira nosso artigo sobre as melhores bikes Caloi aro 29.

Shimano

A Shimano também é uma marca bastante conhecida mundialmente por ciclistas. Fundada em 1921 por Shozaburo Shimano que na época tinha apenas 26 anos, teve a ideia a partir da sua experiência na fabricação de armas brancas como espadas.

O câmbio fabricado pela Shimano é um dos melhores disponíveis no mercado, pois, além do acabamento impecável é bastante eficiente para o que é proposto. Essa informação não traz nenhuma surpresa visto que a empresa é uma das melhores que existem.

Maxxis

A Maxxis é uma empresa que fabrica pneus para diversos meios de transporte e máquinas agrícolas, vem se tornando cada vez mais popular e gerando diversas análises sobre a eficácia dos seus produtos.

Sua fabricação é feita por uma corporação asiática, uma empresa que atua no mercado desde 1967, a Cheng Shin Rubber, que surgiu como fabricante de pneus para bicicleta apenas.

Possui filiais na Tailândia, China, Taiwan, Vietnã, Estados Unidos, Canadá, Grã-Bretanha, Alemanha, Holanda, Japão e Dubai, mas, distribui pneus em mais de 170 países.

Silver

A Silver Bike é uma empresa brasileira que atua no mercado desde 2005 que tem como princípios fundamentais a seriedade, o compromisso, a honestidade e a organização. Não é à toa que segue lucrando com a comercialização de bicicletas.

Atende o público adulto e o infantil, buscando proporcionar cada vez mais o auxílio com peças de qualidade para contribuir com um estilo de vida saudável. Além disso, realiza entregas seguras e ágeis se a compra for feita no site oficial.

Pirelli

A Pirelli foi fundada em 1872 por Giovanni Battista Pirelli em Milão já produzindo peças limitadas que tinham a borracha como matéria-prima. Borracha essa que vinha exportada da Índia.

Chegou ao Brasil em 1929, abrindo sua primeira filial em São Paulo e, em 1934 iniciou a produção de pneus. Atualmente é conhecida como uma das melhores empresas fabricantes da peça e seus modelos são adquiridos em todo o país.

Levorin

A Levorin, assim como a Pirelli, é também uma empresa de pneus. Esta atua no mercado há mais de 75 anos já que iniciou sua jornada no Brasil em 1943 como fabricante de autopeças como buchas, cabos de bateria, grades de radiadores, para-choques e lanternas.

Hoje, com uma das marcas mais conhecidas em produtos para bicicletas, possui filiais em toda a América Latina visando proporcionar segurança e qualidade em produtos para ciclistas.

foto capa com legenda valores saiba quanto pode gastar

Tenha em mente quanto você pode gastar

É importante que você saiba qual o valor máximo de investimento que pretende aplicar na personalização da sua bike, assim, ficará mais fácil selecionar as peças desejadas.

Quando melhores e mais leves os itens, mais caros serão. Outra característica que dita o preço é se a peça terá que ser enviada de outro país, nesse caso, o valor gasto no transporte será incluso na cobrança.

Caso o item adquirido for fabricado por marca conhecida, também apresentará um valor mais alto, entretanto, entra aqui a questão do custo benefício. Com empresas de destaque fica mais fácil solicitar atendimento pós compra e devido ao tempo de mercado, provavelmente serão produtos excelentes que durarão muitos anos.

Para saber previamente qual o valor médio, entenda para qual finalidade será destinada à sua bikee busque quais as melhores peças para a categoria escolhida, assim, você ficará por dentro do preço médio de cada item e não gastará além do necessário.

Mesmo que você não possa adicionar todos os produtos desejados de uma só vez, a bike poderá ser montada gradativamente a depender das peças escolhidas. Outra opção é adquirir e selecionar o pagamento parcelado no cartão de crédito.

foto capa com legenda montagem eficiência e qualidade

Saiba como ou onde montar

Por último, você deverá saber onde colocar cada peça, caso a montagem seja feita em casa. Pesquise em sites como o nosso ou vídeos no youtube como realizar essa tarefa de forma que toda a estrutura se mantenha eficiente e não cause acidentes.

Comprar informe sobre também são como ferramentas úteis para fixar cada item, você poderá ou pedirá para seu vizinho, amigo familiar.

Se for possível a bicicleta para ser modificada em oficina especializada , assim, será quase impossível problemas. Explique o que você quer exatamente e a montagem.

Nosso artigo foi útil para você? Nos conte para qual finalidade sua bicicleta será usada.

Artigo revisado por especialista em 18/03/22:

Gabriela Scherpinski

Uma jovem natural de Guaramirim, Santa Catarina, que é apaixonada pelo ciclismo. Gabriela pedala à mais de 4 anos e cria conteúdo pras redes sociais, onde compartilha dicas, entretenimento e seu dia a dia com a bicicleta

Redes sociais: Facebook, Youtube, Instagram